Páginas

7 de dez de 2010

CURADO DE VOCÊ

Olha, já passou o meu tormento
Já passou meu sofrimento
Tô curado de você
Não procuro nem saber aonde foi, com quem está
Esqueci seu nome, deixei em algum lugar
E aquele nosso amor, enfim se desfez
E ela por sua vez suplicou a volta
Deu de cara com a porta
Tô curado de você
Tô curado de você
Olha, já passou o meu tormento
Já passou meu sofrimento
Tô curado de você
Não procuro nem saber aonde foi, com quem está
Esqueci seu nome, deixei em algum lugar
E aquele nosso amor, enfim se desfez
E ela por sua vez suplicou a volta
Deu de cara com a porta
Tô curado de você
Tô curado de você
Tô curado de você
Tô curado de você
SORRIU QUE SIM
Nem bem chegou, já te notei
Você também nem soube disfarçar
O teu sorriso me pegou de jeito
Meu coração quase pulou do peito
Pra me avisar que aquele era o dia
Que o amor nasceria
Eu me arrisquei à beira-mar
Pedi a lua para me ajudar
Você entendeu e me sorriu que sim
Aiai meu Deus, que bom te ter
Aiai, sorriu no ar
Aiai meu Deus, eu te amei
Aiai desde o primeiro olhar
Não sabe a alegria que me deu
A alegria de te ter
E hoje não consigo te esquecer