Páginas

28 de out de 2009

Em buscas serenas, em trocas justas.
Aprendemos que o amanhã, nunca está longe demais e,que as palavras, carregam um peso demasiado em tantos momentos.
Somos diferentes, embora unidos, somos amados, com forças e desejos por vezes âmbiguos, mas, sempre partilhando o mesmo sentir.
Corro para ti, levando envolta uma brisa suave de felicidade.
Vejo-te sorrir, com uma alegria estampada e um desejo de viver, sempre...esta nossa história.
Aprendi a esperar, a escutar a voz do coração, agora, tranquilo!
Ensinaste-me a amar, todos os minutos do dia e até a espera... do regresso meu aos teus braços abertos e imensos, de carinhos.Fomos feitos um para o outro?
Nunca esperei saber a resposta...
Sinto somente o nosso momento e,
desejo que se eternize dentro do meu peito,
da minha vida, este amor...que é teu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deus vê o amanhã com mais clareza do que nós vemos o ontem. Deixe que Ele dirija...